logoNova017

 

INTRANET | WEBMAIL
       21 3138-1179   -  aemerj@aemerj.org.br
 Rua Marques de Abrantes 99, 1º andar  
Flamengo  CEP - 22230-060

Entidades municipalistas estaduais promovem ações em protesto à crise

Rio de Janeiro 24/10/2017

Gestores municipais de todo o país estão se mobilizando para chamar a atenção sobre os efeitos da crise. Audiências com as bancadas parlamentares fazem parte dessas medidas.

Na Bahia, o movimento é liderado pela União dos Municípios da Bahia (UPB). Os gestores municipais do Estado querem fechar as portas das prefeituras nesta quinta-feira, 26 de outubro.

No Piauí, houve uma reunião entre os representantes da Associação Piauiense de Municípios (APPM) e deputados para apresentação da pauta municipalista, que inclui um auxílio emergencial no valor de R$ 4 bilhões, a ser partilhado com todas as cidades brasileiras.

O mesmo acontece no Rio Grande do Norte, onde a Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn) articula um encontro com a bancada federal.

Em Pernambuco, os prefeitos e a Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) cobraram comprometimento dos parlamentares com a pauta prioritária.

Os prefeitos de Sergipe prefeitos estiveram em Brasília durante uma reunião da bancada que discutia a destinação de duas emendas.

Associação dos Municípios Alagoanos (AMA) também esteve reunida com a bancada parlamentar.
O senador Vicentinho Alves (PR-TO) recebeu os prefeitos de Tocantins solicitando aprovação das matérias urgentes em tramitação na Casa, que poderia acudir os Municípios.

FONTE: CNM