logoNova017

 

INTRANET | WEBMAIL
       21 3138-1179   -  aemerj@aemerj.org.br
 Rua Marques de Abrantes 99, 1º andar  
Flamengo  CEP - 22230-060

Prefeituras recebem repasses de recursos para unidades municipais de saúde

Rio de Janeiro 14/11/2017

Em evento no Palácio Guanabara na manhã desta terça feira, 14 de novembro, prefeituras do Estado do Rio de Janeiro, receberam repasses de recursos com o apoio da bandada federal para unidades municipais de saúde.

A mesa foi composta pelo presidente da Câmara Federal, deputado Rodrigo Maia, o Governador Luiz Fernando Pezão, o Deputado Federal Hugo Leal - também coordenador da bancada fluminense na Câmara; o Secretário Estadual de Saúde, Luiz Antônio Teixeira Junior; o Secretário Estadual de Indústria e Comércio, Cristiano Áureo, o prefeito Marcelo Crivella; o
vice-presidente da Confederação Nacional dos Municípios - CNM, Glademir Aroldi e o presidente da AEMERJ, Luiz Antônio Neves, prefeito de Piraí.

Num clima de muita atenção, um número expressivo de deputados federais, deputados estaduais e prefeitos ouviam atentos aos pronunciamentos dos componentes da mesa. Ao dar início ao evento o senhor Glademir Aroldi, fez questão de dar destaque a participação da bancada fluminense na pauta municipalista, fazendo a convocação para mobilização de prefeitos
em caravana a Brasília, já na próxima semana, para pressionar a Câmara Federal a derrubar o veto presidencial ao Encontro de Contas. Já o Secretário de Saúde destacou que “somente com a integração será possível resolver as questões de saúde do país”. O deputado Hugo Leal falou da luta histórica pela conquista de mais recursos pra saúde. 

Por sua vez o prefeito Crivella lembrou que o Rio de Janeiro arrecada 125 bilhões para União, recebendo 20 bilhões (16%) de retorno para investimento, ao passo que Minas Gerais arrecada 60 bilhões tendo 30 como retorno, ou seja, 50%.

Ao fazer uso da palavra o presidente da AEMERJ, Luiz Antônio Neves, reforçou importantes itens da pauta municipalista como os recursos que podem vir da Lei Kandir e do encontro de contas, pra desafogar os municípios que, no caso particular da saúde, vivem “premidos por liminares”. O presidente também acrescentou a revisão do pacto federativo e pediu a “continuidade do apoio da bancada fluminense em favor dos municípios”.

O Governador Luiz Fernando Pezão falou que desde que começou na vida pública, nos idos da década de 1980, como vereador, ouve que é preciso “que os municípios tenham mais e na prática, é sempre ao contrário”. Lembrou ainda das recentes e bem sucedidas gestões junto ao Governo Federal, no sentido de organizar um Plano de Arrecadação Fiscal para socorrer o Estado do Rio de Janeiro. Pezão também agradeceu o empenho da bancada fluminense na Câmara Federal e acrescentou que “nunca tivemos uma bancada tão atuante como a atual”.

Categórico o presidente da Câmara Rodrigo Maia mais uma vez (segundo ele mesmo) repetiu o seu mantra: “Não conseguiremos avançar em nada, sem reformar o Estado brasileiro”. Maia falou também do esforço do deputado Hugo Leal e da destacada atuação da bancada fluminense, não só na Câmara, como também no Senado.

Finalizando o deputado Hugo Leal, convocou toda bancada para, juntos, distribuírem os cheques para as prefeituras, dos repasses de recursos para as unidades municipais de saúde.