logoNova017

 

INTRANET | WEBMAIL
       21 3138-1179   -  aemerj@aemerj.org.br
 Rua Marques de Abrantes 99, 1º andar  
Flamengo  CEP - 22230-060

boletimInformacao

AEMERJ em tempo de renovação

Em reunião na AEMERJ prefeitos se mobilizam para incrementar ações de fortaleci-mento do municipalismo no estado e marcam reunião ampliada para 21 de setembro, as 13:00, com pauta focada na saúde e na eleição da nova diretoria da associação.

Na reunião de quinta feira 31 de agosto, estavam presentes além do Presidente da AEMERJ, Anderson Zanon, as prefeitas Carla Machado - São João da Barra, Fátima Pacheco – Quissamã os prefeitos Ailton Marques - Porto Real, Beto Verbicário - Sta. Maria Madalena, José Osmar - Rio Claro, Luiz Antônio - Piraí, Marcionílio Botelho - São José de Ubá, Valter Lavinas - Comendador Levy Gasparian, Roberto Tatu - Bom Jesus do Itabapoana e Rafael Diniz – Campos dos Goytacazes.

Os prefeitos de Casemiro de Abreu e Guapimirim foram representados pelos seus secretários Cláudio Augusto e Guilherme David respectivamente.

O presidente Anderson Zanon, saudou a todos e dando boas vindas aos prefeitos de primeiro mandato. Em seguida o Dr. Silvestre Almeida, assessor jurídico da associação, deu uma panorâmica da situação da entidade e das vitórias recentemente alcançadas nos tribunais. O secretário geral da AEMERJ, prefeito Luiz Antônio, em sua intervenção, conclamou aos seus colegas por uma maior participação na vida cotidiana da instituição.

O prefeito Beto Verbicário, quando fez uso da palavra informou que, a partir da estimativa populacional do país, divulgada pelo IBGE, seu município ficou prejudicado por aproximadamente 17 habitantes, frente ao Fundo de Participação dos Municípios, no entanto, exemplificou a importância de estar na reunião: “saio daqui com informações da secretária executiva da AEMERJ, Dilma Lira, sobre procedimentos para questionar junto ao IBGE em relação a estimativa populacional de Santa Maria Madalena, pois o número declarado pelo órgão acarreta uma perda de receita no Fundo de Participação dos Municípios.

Foi unanimidade entre os presentes que uma participação maior é necessária, em nome do municipalismo, pela troca de informações e de experiências das boas práticas de gestão. Assim ficou decidido que a mobilização para o próximo encontro seria feito a partir das regionais da AEMERJ.

Por fim, foi consenso marcar para o dia 21 de setembro, a reunião que vai debater procedimentos nos recursos junto ao Ministério Público, das ações na área de saúde que penalizam os municípios, além de decidir o calendário das eleições que vão promover a troca da diretoria da AEMERJ.